Home » Notícias » DIA MUNDIAL DA ÁGUA

Notícias

22 de março de 2016

DIA MUNDIAL DA ÁGUA

Em evento do Dia Mundial da Água, especialistas debatem crise hídrica e segurança de barragens na sede da ANA

Neste Dia Mundial da Água, 22 de março, a Agência Nacional de Águas (ANA) promove discussões sobre as experiências e lições aprendidas com a crise hídrica e o desastre com o rompimento da barragem de rejeitos de mineração em Mariana, em novembro do ano passado. O evento oficial de celebração da data no Brasil, que inclui o lançamento do Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos, com foco no tema "Água e Trabalho", tema das celebrações do mês das águas, acontece das 9h às 17h30 no Auditório Flávio Terra Barth, na sede da ANA (SPO, Área 5, Quadra 3, Bloco L, Brasília).

 

Da mesa de discussões "Os Aprendizados da Crise Hídrica" , sobre as dificuldades e avanços da gestão de recursos hídricos  a partir das experiências no Sistema Cantareira (SP), na bacia do Paraíba do Sul (RJ,SP,MG) e na bacia do rio Piranhas-Açu (RN-PB) participaram o diretor-presidente da ANA, Vicente Andreu, o secretário do Ambiente do rio de Janeiro, André Correa, o diretor da ANA  Paulo Varella e o diretor-presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba, João Fernandes da Silva. 

 

O diretor-presidente da ANA chamou a atenção para a necessidade de fortalecer a regulação, os órgãos gestores estaduais e os comitês de bacia, para que todos estejam preparados e mais aparelhados para enfrentar futuros desafios que virão considerando as incertezas geradas pelas mudanças climáticas. "Os desafios serão melhor solucionados se tivermos instituições fortes", destacou. 

 

A segurança das barragens e as lições aprendidas com o desastre de Mariana, além das perspectivas para recuperação do rio Doce, são tema de outros debates do dia, que contarão com a presença da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Desta discussões, também participam os diretores da ANA João Gilberto Lotufo e Ney Maranhão.  Para contribuir com as reflexões, a ANA divulga o Encarte Especial sobre a Bacia do Rio Doce (acesse aqui), que integra informações disponíveis sobre as condições da Bacia do rio Doce e as influência sofridas pelo rompimento das barragem.  Palestrantes também discutem as experiências com barragens no Ceará e nos Estados Unidos. Acesse aqui a programação do evento.

 

Neste dia Mundial da Água, a ANA oferece um edital de seleção de participantes para o Mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos. Coordenado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), o mestrado oferece 100 vagas distribuídas em seis universidades pelo Brasil: Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS) e a própria UNESP. Acesse aqui o edital.

 

Outro lançamento é a ferramenta Monitor de Secas, que acompanha, mês a mês, a magnitude da seca no Nordeste e as áreas que sofrem impactos. O Monitor de Secas foi tema da fala da  diretora da ANA Gisela Forattini, que também apresentou o novo site do Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos (SNIRH), que integra todas as edições do relatório de Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil, publicação da Agência que traça um raio-X do setor de recursos hídricos no País, e ofereça várias outras informações sobre recursos hídricos no Brasil, como divisão hidrográfica, usos da água, balanço hidrológicos, eventos críticos, entre outras.

 

Água e Emprego - A oficial do Programa Mundial das Nações Unidas em Avaliação dos Recursos Hídricos, Angela Ortigara, apresentou o Relatório Mundial Sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos, com foco no Emprego. Segundo ela, estimativas que apontam que três de cada quatro empregos de toda a força de trabalho global são forte ou moderadamente dependente da água, o que prova como a falta do recurso pode limitar o crescimento econômico. O relatório aponta que 1,5 bilhão de pessoas se empregam em oito indústrias dependentes da água: agricultura, silvicultura, pesca, energia, manufatura intensiva de recursos hídricos, reciclagem, construção e transportes.  Acesse aqui o resumo executivo da publicação. Mais informações no site da UNESCO.

 

Com apoio da ANA, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) divulgou a versão em português do relatório sobre a implementação da Agenda 2030, aprovada na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em 2015, especialmente no que se refere aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODM) relacionados direta ou indiretamente aos temas água e saneamento. A publicação do Conselho de Assessoramento ao Secretário-Geral da ONU Para Assuntos de Água e Saneamento está disponível para download no site da Agência e do  PNUD: http://www.pnud.org.br/.

 

Celebrado mundialmente desde 22 de março de 1993, o Dia Mundial da Água foi recomendado pela ONU durante a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Eco-92). Desde então as celebrações ao redor do mundo acontecem a partir de um tema anual, definido pela própria Organização, com o intuito de abordar os problemas relacionados aos recursos hídricos. Em 2016, o tema escolhido foi Água e Empregos: Investir em Água É Investir em Empregos. Visita a página da ONU sobre o tema deste ano em http://www.unwater.org/worldwaterday/about/en/

 

Em 2003, o Brasil instituiu seu Dia Nacional da Água, também celebrado anualmente em 22 de março. Entre os temas já escolhidos para a data estão: água e segurança alimentar, águas transfronteiriças, saneamento, água limpa para um mundo saudável, lidando com a escassez de água e água para as cidades: respondendo ao desafio urbano. Saiba mais em: http://aguasdemarco.ana.gov.br/.

 
Fonte: ASCOM/ANA

 
 
Água e Solo Estudos e Projetos    -    contato@aguaesolo.com    -    WebMail
Desenvolvido por X-NEO Sites Inteligentes